Gestão Pública

O excesso de burocracia favorece a corrupção, e o uso irresponsável do dinheiro público impede que os brasileiro acessem os serviços que sustentam via impostos. O Instituto Atlântico realiza pesquisas e propõe mecanismos para dinamizar essa área e reduzir o peso da ineficiência.

Propostas para a Gestão Pública

  1. Mais Eficiência na Gestão Pública Federal: Conselho de Gestão Fiscal
  2. Mais Autonomia Financeira para Estados e Municípios: ONDA – Operadora Nacional de Distribuição da Arrecadação e Leis de Eficiência
  3. Maior Equilíbrio nas Dívidas dos Estados e Municípios: Encontro de Contas e o Programa de Refinanciamento Voluntário (PRV)
  4. Maior Controle do Gasto Público: Programa Orçamentário Plurianual – POP, Limitadores de Dispêndio e Conselho de Gestão Fiscal
  5. Menos Juros para o Brasil: Metas para dívida e juros normais
  6. Menos Burocracia: Plano Semanal de Desburocratização